ENCONTROS QUINZENAIS DE LINGUÍSTICA SISTÉMICO-FUNCIONAL  

 

Encontro 65º

   

11 de Novembro de 2010, Quinta-feira, às 17:00 h.

 

Os dizentes em artigos científicos:um estudo dos verbos mais frequentes

 

Fernanda Morais (PUC-SP, Brasil & FLUL/ILTEC, Portugal)


Este trabalho, inserido no contexto do Projecto Redes e SAL (Systemics Across Languages), apresenta uma análise dos dizentes em artigos científicos. Como fundamentação teórica e metodologia qualitativa de análise, o trabalho utiliza a Linguística Sistémico-Funcional formulada por Halliday (1985, 1994 e 2004), cuja preocupação é explorar como a língua é estruturada para o uso em diferentes contextos. Seguindo essa proposta, a análise enfoca as características léxico-gramaticais dos dizentes dos processos mais frequentes do corpus. Estudos sobre o discurso académico como os de: Bhatia (1993), Swales (1990), Swales & Feak (1999) também embasam a análise. Os artigos científicos são submetidos a um tratamento computacional, possibilitado pela ferramenta WordSmith Tools v. 5 (Scott, 2008), que fornece dados quantitativos, bem como os contextos de ocorrência de uma determinada palavra para analisar-se qualitativamente com o auxílio da Linguística Sistémico-Funcional. Com esse trabalho pretende-se contribuir para os estudos sobre a linguagem académica, além de fornecer subsídios para a elaboração de materiais didácticos e de cursos instrumentais que visam atender a produção e compreensão escrita de artigos científicos.


******


Fernanda Beatriz Caricari de Morais é doutoranda em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Ministra aulas em um curso de extensão “Rio mais hospitaleiro” na Universidade Estácio de Sá (Rio de Janeiro). Possui licenciatura e bacharelado em Letras – Inglês/Português pela PUC-Campinas (2005) e mestrado em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem pela PUC-SP (2008).
.