76º Encontro

“A independência que criaram à volta da mulher…” – Aspectos de agenciação e de avaliação no discurso sobre a mudança na vida das mulheres


Maria Krebber (FLUL/ ILTEC, Portugal)

Tendo em conta as significativas mudanças ocorridas na vida das mulheres, nas últimas três décadas, a presente comunicação tem como objetivo identificar as diferentes formas de representação e avaliação destas mudanças no discurso de mulheres portuguesas. A análise desenvolve-se dentro dos pressupostos teórico-metodológicos da Análise Crítica do Discurso (Fairclough 1993) e da Linguística Sistémico-Funcional (Halliday 2004) e parte do princípio de que todos os textos são sempre o resultado de uma série de escolhas da parte do enunciador, o qual visa construir, da forma considerada mais adequada a uma determinada situação enunciativa, as suas narrativas de acordo com a sua visão do mundo e os seus objetivos comunicativos. Através da análise de partes de seis entrevistas a mulheres, o estudo procura perceber em primeiro lugar, qual o papel das próprias mulheres no processo de mudança sócio-histórica e como elas se posicionam perante estas mudanças. Para este fim, o discurso das mulheres foi analisado ao nível das meta-funções ideacional e interpessoal, com especial foco nos Sistemas de Transitividade e de Avaliatividade.