ENCONTROS QUINZENAIS DE LINGUÍSTICA SISTÉMICO-FUNCIONAL  

 

Encontro 50º

   

14 de Maio de 2009, Quinta-feira, às 16:30 h.

 

Representações sociais de pobreza e discriminação

 

Denize Elena Garcia da Silva (UnB, Brasil)

ESPAÇO

ESPAÇO

O estudo enfoca representações naturalizadas que, além de perpassar o discurso da media com relação à pobreza, acentuam o problema do enfraquecimento de identidades, atrelado à discriminação social. A decisão de associar dois fenômenos dentro de uma proposta balizada por princípios teórico-metodológicos da Gramática  Sistêmico-Funcional de Halliday, bem como da Análise Crítica do Discurso (Fairclough, 2003), assenta-se na possibilidade de se buscar bases identitárias, comuns entre culturas mediadas pelo universo da língua portuguesa, sobretudo, no que concerne a formas de representação, bem como a práticas que se entrecruzam no tecido heterogêneo da vida social. Discutir o aspecto funcional da linguagem, associado a situações que implicam representações da pobreza no discurso da media, significa um acercamento ao que Halliday (1994) aponta como propósitos gerais que subjazem a todos os usos da linguagem: entender o contexto (ideacional), bem como atuar nele com os outros (interpessoal). Nessa perspectiva, tentar romper o imaginário social de que a pobreza é um problema rígido, inacessível e sem solução, equivale a perceber uma situação e tentar revertê-la, o que se coaduna também com o terceiro componente metafuncional hallidayano, ou seja, o texto como mensagem. Isso porque, uma vez que o discurso, veiculado em textos, constitui uma forma de prática social (Fairclough, 2001), existe a possibilidade de intervenção na realidade através de mensagens como formas de ação, sobretudo aquelas desencadeadas diante de situações contextuais que afetam, de alguma maneira, os outros.

ESPAÇO

Denize Elena Garcia da Silva é Doutora em Linguística Hispânica pela Universidad Nacional Autónoma de México (UNAM) e Mestra em Linguística pela Universidade de Brasília (UnB), onde actua na cátedra de Filologia Românica, em cursos da Graduação, além de docente, pesquisadora e orientadora na Área de Análise de Discurso Crítica e Gramática Funcional, no curso de Pós-Graduação em Lingüística. Tem vários artigos em periódicos nacionais e internacionais, além de livros publicados nas áreas mencionadas.