ENCONTROS QUINZENAIS DE LINGUÍSTICA SISTÉMICO-FUNCIONAL  

 

Encontro 31º

   

22 de Novembro de 2007, Quinta-feira, às 16:30 h.

 

 

REPRESENTAÇÕES DE GÉNERO E IDENTIDADE NUMA REVISTA JUVENIL: CONSTRUINDO ACTORES SOCIAIS EM ENTREVISTAS

 

Inês Conde (ESE-IPLei, Portugal)

 

O potencial ideológico dos media estende-se para além de domínios locais, podendo culminar na constituição de pressuposições generalizadas, materializadas, por exemplo, na designação de papéis de género tomados como “apropriados” (Bergvall, 1999). Neste enquadramento, o trabalho da imprensa para adolescentes parece contemplar  a construção do mundo para os/as seus/as leitores/as através de uma série de estratégias figurativas e linguísticas que, em determinados momentos históricos, podem produzir estruturas de representações do “feminino” e do “masculino”, confirmadas, naturalizadas e/ou reajustadas no seio das suas contrariedades (Ballaster et all, 1991).

Reconhecendo a potencial contribuição deste suporte para a eficácia do poder moderno, nomeadamente na actuação velada e rotineira dos discursos de género nos textos e trocas conversacionais (Chouliaraki e Fairclough, 1999), este trabalho procura explorar os mecanismos discursivos de negociação de identidades em três edições da revista Gente Jovem e Informada, num corpus constituído por 14 entrevistas a actores sociais constituídos como modelos mediáticos. O enfoque recai na forma como diferentes vozes participam na actualização de representações intersubjectivas de género em narrativas auto e hetero-biográficas de cariz aparentemente profissional, tendo em conta as marcas intertextuais e as contingências discursivas da entrevista como prática discursiva.  Em resposta ao desafio de Mills (1998), que reivindica uma forma de análise que consiga descrever a complexidade dos textos e o seu processamento numa época pós-feminista, a abordagem textual assenta nas contribuições da Análise Crítica do Discurso e da Linguística Sistémico-Funcional.

 

Inês Conde é docente Equiparada a Assistente na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Leiria, nas áreas: Ciências da Comunicação; Português Língua Materna e Estrangeira e Inglês Língua Estrangeira. Licenciada em Línguas e Literaturas Modernas – variante de Estudos Portugueses e Ingleses (Ramo Educacional), pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (2003). Pós-graduada em Estudos Ingleses , pela Universidade de Aveiro (2005). Desde 2006, doutoranda em Ciências da Comunicação, na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro.