Diversidade Linguística
nas Escolas Portuguesas



Apresentação
Desenvolvimento
Duração
Equipa
Contactos

Desenvolvimento do Projecto


  1. Determinação, através de inquérito, das línguas maternas dos alunos que frequentam o 1º e o 2º ciclos das 610 escolas de Educação Básica dos seguintes concelhos da área metropolitana de Lisboa: Almada, Amadora, Barreiro, Lisboa, Loures, Moita, Montijo, Odivelas, Oeiras, Seixal e Sintra. Análise estatística dos dados obtidos.


  2. Constituição de um corpus de produções orais e escritas de alunos do 4º ano e do 6º ano, falantes das línguas estrangeiras mais representadas nas escolas contactadas - Crioulo de Cabo Verde, Mandarim, Gujarati e Ucraniano.


  3. Análise de alguns aspectos linguísticos e sociolinguísticos do corpus (tendo em conta a distinção entre problemas de compreensão e de produção) através, nomeadamente, da caracterização e classificação dos tipos de dificuldades linguísticas detectadas e da determinação da área em que ocorrem com mais frequência (sintaxe, léxico, fonética...).


  4. Elaboração de um documento final sobre as estratégias didácticas mais adequadas para o desenvolvimento da língua portuguesa em contexto multilingue.


  5. Realização de acções de formação junto da equipa dos professores do ensino básico implicados no projecto.